bushido das quebrada

O Cascavel segue uma filosofia guerreira que eu apelidei de “Bushido das Quebrada”.

Primeiro me baseei nos ensinamentos do livro do século 17 Hagakure, uma das bases do Bushido, o código de honra dos samurais. Basicamente – e dentro de minha interpretação tosca – diz que a única forma de se agir com liberdade verdadeira é sem medo. E para o guerreiro, não há medo maior que a morte. Portanto a única forma de um guerreiro agir sem medo é considerar-se entrando na batalha já morto. Uma versão zen do “daí o que vier é lucro”. Esse é um dos meus trechos favoritos do Hagakure:

“O Bushido é, manhã após manhã, a prática da morte. Considerar se ela virá aqui ou ali, imaginar todas as suas formas e posicionar a mente no centro da morte. […] É indispensável que meditar sobre a inevitável morte seja uma prática diária. Todo dia quando o corpo e a mente estiverem em paz, deve-se imaginar ser rasgado por flechas, rifles, lanças e espadas, ser tragado pelas ondas, atirado no coração de um grande incêndio, atingido por raios, soterrado à morte por um grande terremoto, despencar de desfiladeiros de dezenas de metros, sucumbir a doenças ou executar o seppuku após a morte do mestre. Em cada momento de cada dia é preciso considerar-se já morto”.

Também adicionei à filosofia pessoal do Cascavel ideias de Bruce Lee da prática do Jet Kune Do. Conheci o livro póstumo dele sobre o assunto quando estudava teatro, e me surpreendi como a proposta dele de uma arte marcial sem formas fixas poderia ser utilizada para o ator e para qualquer atividade humana. Ela ensina a aprender tudo o que puder, para daí poder jogar tudo fora e aprender por si mesmo. A analogia que Bruce Lee mais usava para a adaptação que buscava era a da água:

“Você põe água em um copo e ela se torna o copo. Você põe água em uma garrafa e ela se torna a garrafa. Você põe água em uma xícara e ela se torna a xícara. A água pode fluir e ela também pode bater. Seja a água, meu amigo. Seja a água.”

E porque o “das quebrada” pro Bushido? Porque quando o bicho pega, maluco, Cascavel joga todo esse palavreado de filosofia pro alto e parte pra cima.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s