Momento do Cascavel #1: o menos quebrado

Cascavel pegou cada um pelo pescoço e os levantou arrastando-os pela porta da caminhonete até ficarem de pé.

– Cas-ca-vel – falou o vigilante – Quebro seus dentes se me interromperem de novo.

César, que tinha aberto a boca para perguntar novamente, achou por melhor fechá-la e engolir seco.

– Deixe-me explicar o que vai acontecer agora – disse Cascavel – Um de vocês vai sair dessa quebrado, outro vai sair muito quebrado. Quem falar mais o que eu quero ouvir vai sair menos quebrado.

– Mas…

A observação de Matias foi interrompida. Cascavel a empurrou a cara do bandido contra a janela da caminhonete, estilhaçando os dentes do primeiro e o vidro da segunda. O Vigilante soltou Matias desacordado no chão e se voltou para César.

– É seu dia de sorte – disse Cascavel – As suas chances de ser o menos quebrado da noite acabaram de melhorar.

Em desmanche do desmanche

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s